Sobre o amor...só nos resta voar...

Bookmark and Share

 

Daqui a pouco...passa...

 

É verdade, agora espero muito mais as novidades,

vou esquecer de ler as manchetes diárias dos horrores,

ficarei distante das lembranças doídas deste insano mundo,

quero ver brotar mais flores, muito além do meu eterno jardim,

e de manhã, ao acordar, haverá muito mais que barreiras no horizonte...

 

Quero aprender a rezar direito, ou fazer por merecer alguma benção,

sem pensar demais no que acontece aquí dentro, não sou centro de nada,

prefiro agora fixar minha atenção no absurdo perfil carente dos que não falam,

acho que a dor deixou seus corações emudecidos, e as palavras perderam o sentido,

e também, pode ser que a sua fome seja o motivo de ter nos olhos tanto brilho escondido...

 

Vou fazer de conta que não existem mais tantos seres transvestidos de bons humanos,

administrando muito além de posses, degenerando qualquer possível resto de dignidade,

achando que lhes convém apenas o desfrute material e o resto que se dane, é o resto mesmo,

não são iguais, os mantém ali, aprisionados na ignorância maltrapilha dos sem vontade e mérito...

 

Também vou me esconder de ver as maldades de guerras, com armas, descalábrios e fúrias,

destruindo as obras que fundamentavam as bases não só de crenças, mas de muitas famílias,

deixando atrás de si além das manchas sanguinolentas, apenas herdeiros do tempo de desperdício,

onde alguns andam com falta de membros, e outros ainda tão pequenos, acham normal serem considerados bastardos, verdadeiros vermes desta sociedade materialista, criada pelos que se autonomearam como os donos de um pedaço da Terra...

 

Não quero mais saber dos falsos idealistas, frutos podres da corrupção em ascenção,

sempre nos pedindo o abono que os eleve cada vez mais alto até chegar ao topo do trono,

e em todo o reinado ficamos pasmos admirando, as “grandes obras” a destruir a natureza,

fazendo testes nucleares nos mares, modificando a geografia e poluindo até as nossas mentes,

movem as montanhas de um lado e exportam para o outro por mais alguns milhares de trocados,

não se importam com a sujeira ou com os espaços estéreis, decerto pensam ser os novos deuses...

 

E no começo destas minhas mudanças, pretendo eventualmente doar os meus talentos,

quero fazer com que saia da minha boca não apenas mais um som de tolo veneno,

e dos meus versos vou tentar criar sempre um verdadeiro manifesto,

não para dizer que vejo apenas as dores deste mundo,

mas, quero mostrar que os anseios,

ainda podem ter a cor amor,

o ar gerando a vida,

há a luz ou não...

Verafonseca 30/10/2011

 

Bookmark and Share

 

 

Chovendo...

 

Mais um milagre da vida,

a água alimentando a terra,

vejo os respingos na janela,

me lembra a solidão...

 

Penso em você,

fecho os olhos,

tentando esquecer,

mas não consigo...

 

Deixo a minha própria água escorrer,

saindo livre como a natureza quer,

lavando meu rosto agora triste,

salgando os lábios abandonados...

 

Lembro que meu pensamento é muito forte,

e tem o poder de chegar dentro do teu mundo,

fico lá, assim permaneço, desenho uma carícia no ar,

sei que você sente a minha presença no arrepio,

depois reviro os teus objetos pessoais,

sei que não deveria invadir assim,

não resisto, é a energia da paixão,

a gerar esta enorme curiosidade,

passeio e vejo a cor de tua aura,

você atravessa em mim,

tropeça e xinga,

dou risada,

visitar,

voltar,

sentir...

 

Ainda chove lá fora,

crio uma nova sintonia,

deito agarrada ao travesseiro,

aconchegada comigo mesma,

espero o sono que é um aliado,

quando vem, sonho o beijo molhado,

interminável, quente, descontrolado...

 

Depois saio, quero liberdade, ando na chuva,

piso descalça na grama erguendo os braços,

olho para cima e vejo a água, fria, intermitente,

neste instante passa o meu filme da vida na memória,

corro, brinco com o vento, e danço, esta é a minha balada...

 

Sempre fui bicho do mato,

é o meu habitat natural,

gosto demais dos rios,

me encanta o aroma,

com cheiro da relva,

sou enfeitiçada pelos oceanos,

gosto de navegar e pular ondas,

ouvir a conversa do vento com o mar é demais,

este lugar é um paraíso, quero viajar e dividir tudo isto,

contigo, será que devo rezar? Ou ter coragem e telefonar?

Não, a vida me ensinou a não provocar o tempo,

tudo acontece quando merecemos,

daqui a pouco é o meu aniversário,

o maior presente,

espero,

será,

você...

 

hehehehehe

 

Verafonseca

18/08/2011

Bookmark and Share

Pessoa certa...

 

Dentro de mim existem tantas passagens,

muitas delas estão tão escondidas que esqueci,

as vezes passo bem perto destas entradas,

mas não sei se devo fugir ou arriscar,

é o medo do novo a me assustar...

 

Procuro fingir e desviar do imã deste olhar,

não adianta pois fui eu quem criou esta imagem,

e depois percebi que a atração brotou até no pulmão,

fez pulsar tanto sangue em meu coração e jorrar profundo,

fazendo com que meus vales desaguem sempre em tua cachoeira...

 

Agora penso em como seria bom eu poder inventar asas,

pra passar correndo pelos teus longos caminhos,

e quando me aproximar do ápice deste destino,

pular e planar tão alto quanto o vento puder me levar...

 

E na volta segurar bem forte as minhas mãos nas tuas,

ancorar em teus labios o sabor desta clara sintonia,

escorregar meus olhos em tua pele agora tão minha,

e no colar dos corpos fazer nascer a nossa melodia...

 

Tudo para que você não sinta demais a minha falta,

e saia em louco torvelinho perseguindo a minha sombra,

ou tente captar toda a essência perfumada de meu rastro,

quem sabe assim eu advinhe onde está o teu calor,

e volte, desta vez sem nenhuma pressa, parar e ficar...

 

Verafonseca

10/08/2011

 

Bookmark and Share

 

Eu rimando pra você redescubro o valor das palavras

 

Previsão do tempo

Invisível

Hoje o dia promete ser o princípio de mais um tempo a percorrer,
com garra poderemos superar todas as intempéries que teimarem a
nos assediar. Devemos usar de ousadia e abusar da maestria, sem
no entanto esquecer que é do fazer que se ganha o merecer.
Se o céu estiver claro, use branco e óculos escuros, caso contrário,
use de determinação e não ultrapasse o transeunte seguinte, tenha
calma nesta hora.
Esqueça o relogio em casa, qualquer tipo de memória que possa te
prender em algum passado, já esta ultrapassado e quase esquecido.
Desamarre a confusão de sua mente, vista-se da libertária insensatez,
daqueles que você já viu e admirou, mas, nunca teve a coragem de
ao menos tentar copiar, para então um novo de si reinventar...
Deixe todas as chaves em cima de qualquer mesa, debaixo de algum
tapete, ou, jogue fora de vez, tudo que nos prende e não nos preenche,
não merece nos acompanhar...
Lembre de alguma canção, ou apenas escute o som livre do vento, mas,
se faltar inspiração, faça da balbúrdia dos outros barulhos um arranjo
que destoe daquilo que ve, aí, não ouvirá mais a correria do dia dos
outros, estará entregue ao momento que é só seu...
A poesia dos leves dedos acarinhando as teclas de um piano,
ou a boca avermelhada e inchada, de tanto assoprar o saxofone,
faça de tudo pra conseguir um novo arranjo, dispa-se da mudez
tímida que sempre se apossou de ti, tranque-a no labirinto daqueles
sonhos que você não quer lembrar, e então grite, mas, grite tão alto,
que o som de sua voz pareça alguma relíquia travestida de vinil, com
a agulha estridente se enrosca e namora, e em um extase puro e absurdo,
acorda o mundo que estava escondido embaixo de alguma cama, ou ao
lado de um outro sofá que não te pertence...
Enfim, todo dia é todo dia, mas, toda hora só pode ser agora,
vibre e respire, corra e não atropele, não se finja de cego, acorda, e no mais,
amanhã continuará a ser o dia seguinte, hoje é o tempo............................
Verafonseca.

 Bookmark and SharePost this to Scribd

 

 

 

 

E agora? Melhor é deixar rolar...

 

PROCUREI ESCONDER O TANTO QUE EU SENTI,
PERDIDA NOS INSANOS DELÍRIOS,
ENTRE ALGUNS LENÇÓIS MACIOS,
TUDO QUE EXPLODIU EM MIM,
NO EXATO E PRIMEIRO MOMENTO,
EM QUE EU TE VI E RECONHECI...
SONHEI A IGUALDADE DE PODER PRESSENTIR,
TUA VERDADEIRA VIDA É A MINHA REALIDADE,
QUERO APRENDER O AMOR COM VOCÊ,
PORQUE TUDO VALE E É DOCE A PENA,
NÃO EXISTE MAIS NENHUMA ALMA PEQUENA...

E AGORA? MELHOR É DEIXAR ROLAR...

O SOM QUE OUVI SAIU DO TEU OLHAR,
FOI COMO SE EU FOSSE LEVITAR,
NAVEGANDO EM TEU SERENO E SANTO RESPIRAR,
FUI E VOLTEI MILHARES DE VEZES,
NÃO ESPERAVA MAIS TE ENCONTRAR...
EM MEIO A GANDAIA DESTE MEU PEQUENO GRANDE MUNDO,
NUNCA IMAGINEI QUE FOSSE TÃO FÁCIL A COMBINAÇÃO,
SAIR DO SHOPPING E IR A UM BARZINHO QUALQUER,
SÓ PRA VER O VAI E VEM DE PESSOAS,
ALGUMAS TRISTES E OUTRAS SORRINDO,
EMBRIAGADAS NA SOLIDÃO OU NÃO, E EU,
DISTANTE OU AO LADO DELAS,
MAS SEMPRE SABENDO QUE UM DIA,
VOCÊ IRIA CHEGAR...

E AGORA? MELHOR É DEIXAR ROLAR...

NÃO VAMOS FAZER DO SEGREDO DE SENTIR UM MEDO,
SE GOSTAR ASSIM SEM MEDIDA É TER MUITO APEGO?
QUERO INVENTAR UMA ARMADILHA E TE ENROSCAR,
VOU ATÉ APRENDER O NÓ DE MARINHEIRO,
COM CERTEZA VAI SER IMPOSSÍVEL DESENCANTAR,
PRATICAREI ESPORTE E ESCREVEREI POESIA,
QUERENDO VER A TUA EMOÇÃO DE QUERER FICAR,
POR TER ENFIM VOLTADO A ACREDITAR...
QUE O NOSSO ENCONTRO FOI AGENDADO,
ESTÁ GRAVADO NUM LIVRO ANTIGO QUALQUER,
EU COM VOCÊ NÃO PODE SER UM MERO CASTIGO,
É SÓ O SONHO DE GANHAR APÓS TANTO PROCURAR...

E AGORA? MELHOR DEITAR E ROLAR...

Verafonseca
Post this to Scribd
 
 
 
 

vps hostingAWeber - Email Marketing Made Easy

Lançamento

PASSAGEIRA

Meu novo livro de poemas, as letras falam por si... Que a vida seja sempre um reflexo do amor. Agradeço a Deus pela vida e inspiração, Pela mãe querida, que me deu o corpo, E aos familiares e amigos, ternos, Os principais elos doados, Pela energia do infinito, E indecifrável, Lindo Universo, De...
>

Morbidez

Morbidez.   Enredo que mostra o dia a dia de um trabalhador, a humildade de um homem sem cultura, pai de família, que vive enclausurado no sistema da classe operária, um escravo do mundo moderno, lutando para dar a seu filho único tudo o que não teve, estudo e oportunidade para crescer...
>

Publique de graça

Acesse o site e confira, é uma maneira segura e profissional de publicar o seu livro (impresso), cd ou áudiolivro, e, disponibiliá-lo para venda em todos os países onde haja uma filial do grupo Amazon, além dos outros canais de vendas (distribuidores), super recomendo, tenho seis livros publicados aqui, a cada dia fico mais surpresa com o número de leitores de fora do Brasil, faça como eu, 

cadastre-se agora mesmo

Depois de publicar seus livros no Createspace, abra uma conta internacional para receber os seus pagamentos, faça como eu, publique os seus livros de forma profissional e receba as suas comissões com transparência, este é o método seguro, eu posso garantir.

Dica para receber pagamentos internacionais, se você realiza negócios com empresas no exterior, compra e vende produtos (livros e outros), conheça o PAYONEER, seja pago diretamente em sua conta Payoneer débito pré-pago MasterCard Card, disponível para mais de 200 países em todo o mundo! 

 

 

   

Western Union Online

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!